04
Out 10
publicado por Nuno Amado, às 15:31link do post

Existe amor à primeira vista?

“Se por amor à primeira vista se entende que basta ver outra pessoa para sentir uma espécie de vertigem, para sentir que a vida mudou, para sentir que é preciso fazer tudo para conquistar aquela pessoa... Claro que existe (sendo que costuma ser mais comum nos homens)! Naturalmente, se descobrimos que essa pessoa é uma psicopata, que tortura tartarugas ou que odeia os Beatles, esse amor pode ter uma vida muito curta.”

 

Os opostos atraem-se?

“Sim e não. Quando se trata de características que não são fundamentais para a relação, isto é, quando nos deparamos com comentários, como: “São tão diferentes! Ele adora o campo e ela é maluca pela praia!”... Esse contraste pode ser mais um aditivo para a atracção mútua. No caso de características centrais a uma relação amorosa, como a concepção de relação para ambos, como: “Ele adora relações abertas ela é conservadora e monógama”, ou o que pretendem do futuro: “Ele que ter oito filhos e ela quer ser um espírito livre e ir ressintonizar os chakras para os Himalaias”, esses opostos são mais um obstáculo que uma fonte de atracção”.

 

Como curar um coração partido?

“Se já é difícil dar receitas, então sintetizá-las numa resposta destas ainda o é mais! Mas vou tentar... Há que recordar, mesmo ampliar se necessário, as imperfeições e defeitos da relação e evitar pensar constantemente no que se perdeu. Para muitos, ajuda desabafar com familiares, amigos ou num diário.

O exercício, a luz solar e uma dieta equilibrada não fazem mal. Podemos também explorar interesses, caçar entusiasmos e envolvermo-nos em coisas novas.

Se a dor parecer inultrapassável pode ser aconselhável recorrer a um terapeuta.

E devemos lembrarmo-nos que o fim daquela relação não implica o fim do amor. Embora o INE não contenha esses dados, não duvido que todos os dias se apaixonem centenas ou milhares de pessoas em Portugal.  E também não duvido que algumas destas acreditavam que isso já não lhes ia voltar a acontecer.”


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO