16
Fev 12
publicado por Nuno Amado, às 09:42link do post

 

O poder sedutor da barba de três dias

 

Como uma geração inteira de treinadores portugueses bem sabe, os pêlos faciais de um homem transmitem muito mais do que preguiça no uso de uma lâmina de barbear. Mas, quando se trata de encantar as senhoras e senhoritas, qual deverá ser a opção? Preferem as mulheres um homem barbeado com a pele tão lisa como o rabo de um bebé? Será uma barba farta e medieval o caminho para o coração feminino? Ou a melhor opção é a barba de três dias, esse look cultivado por homens modestos como o Brad Pitt e o Mourinho? Para evitar que centenas de milhares de homens gastassem tempo das suas vidas produtivas com estas questões, investigadores da Universidade de Northumbria realizaram um estudo para averiguar qual o tamanho ideal de pêlo facial para seduzir as senhoras. 

O procedimento do estudo não é complicado. Através de um programa informático de edição de imagem, pegaram numa série de fotografias de caras de homens e aplicaram-lhes 5 níveis diferentes de pilosidade: sem qualquer barba, muito pouca barba (“a sombra do meio dia”), barba de três dias, barba oficial (daquelas que precisa de pelo menos uma semana para ser desenvolvida) e barba longa (mais de um mês). As senhoras que participaram no estudo avaliaram depois uma combinação das diferentes caras com as diferentes barbas. Os investigadores esperavam que as preferências não fossem iguais para todos os níveis de pilosidade, já que, de acordo com a perspectiva evolutiva, a presença da barba aumenta o tamanho percepcionado do maxilar inferior, reforçando a visão dos dentes como armas, o que é o mesmo que dizer que a barba é sinónimo de masculinidade e de agressividade.

Os resultados podem ser desanimadores para muitos. Primeiro há más notícias para os fabricantes de produtos de barbear. Os homens completamente barbeados foram avaliados como sendo mais imaturos, menos masculinos, agressivos e dominantes e os menos apetecíveis para relações a longo prazo. Contudo, as grandes barbas, do tipo que costuma ser a opção estética de eremitas, profetas e cantores folk também não eram muito apetecíveis para as senhoras, que acharam que os homens que as usavam eram os mais masculinos, agressivos e socialmente dominantes, e, simultaneamente, os mais feios e os menos apetecíveis para uma relação a curto prazo.

Os homens com barba de três dias foram, seguidos dos homens com uma sombra de barba, os que mais encantaram o género feminino. Os investigadores explicam tal opção defendendo que as mulheres preferem homens com níveis intermédios de masculinidade. Um homem sem barba pode parecer imaturo e pouco masculino, o tipo de homens que perante a presença de uma barata na sala acha que a melhor opção é sair de casa e chamar a polícia. Por outro lado um homem de grande barba pode achar que a melhor opção para lidar com a barata é pegar num machado e destruir metade da mobília na perseguição do insecto. Quanto ao homem com barba de três dias, ele lidará com a barata de forma eficaz: levantando. o sapato apenas o suficiente para o golpe misericordioso.

É importante referir que o estudo foi realizado em Inglaterra e que os investigadores comentam que poderá haver diferenças culturais. Agora, eu creio que o estudo levanta mais questões do que fornece respostas. Por exemplo, se quanto mais barba mais agressividade, será que um bigode farto numa cara barbeadinha equivale a uma barba de três dias? E será uma barba de seis dias usada só em metade da cara o mesmo? E que dizer de umas patilhas? Poderão estas, quando desenvolvidas até bem abaixo da orelha transmitir às senhoras uma sensação de virilidade controlada? E as peras a rodear o queixo? Qual o seu potencial erótico (se algum)? Será um bigode Pedro Abrunhosa mais atraente que um bigode Artur Jorge? E quanto aos bigodes que têm as pontas enroladas para cima, será tal visto como um sinal indubitável de virilidade? É que, do meu conhecimento, não há estudos que nos permitam responder a estas importantes questões. Os cientistas preocupam-se em combater o cancro, prolongar a vida, diminuir as doenças de coração e coisas assim. Mas depois há uns pobres coitados que andam por aí com combinações de pelos faciais demasiado ridículas para serem descritas sem sequer o consolo de poderem afirmar que houve um estudo que justifica tal opção, sem poderem dizer em sua defesa que o estudo X mostra que há mulheres que se sentem atraídas por homens com meio bigode em degradê, barba de 7 dias e patilhas de duas semanas. É uma vergonha…


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO