05
Mai 10
publicado por Nuno Amado, às 18:31link do post

 

 

 

O título deste post mais não é do que o comentário de Robert Doisneau sobre a famosa fotografia de sua autoria. Ao contrário do que muitos pensam, a fotografia não é espontânea, embora o casal fosse real. Doisneau abordou o par de namorados, que vira a beijar-se num café, e pediu-lhes para posarem para a sua câmera. Durante anos discutiu-se a identidade do casal até que Françoise Bornet se assumiu como a mulher da fotografia (processando Doisneau para obter uma parte dos lucros). 

 

Mais tarde, em 2005, a mulher que um dia beijou de forma tão parisiense vendeu a cópia original da fotografia por cerca de 155 mil euros. Pôde então saciar a curiosidade dos jornalistas que queriam saber se este apaixonado casal ainda estaria junto, ou, em caso negativo, quanto tempo tinha durado a sua fotogénica relação.

 

Quanto tempo terá sido? Um beijo destes não anunciará uma relação longa e feliz?

 

De acordo com a senhora Bornet não só a relação durou apenas 9 meses como ela e o seu ex-namorado não mantiveram o contacto. E, no entanto, o seu beijo perpetua-se em posters pendurados em paredes por todo o mundo, t-shirts, postais, canecas e até mesmo em cortinas para o duche.

Estes franceses…..

 


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

17
19
22

23
24
25
27
28
29

30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO